5 métricas para a estratégia de BI que você deve acompanhar

As métricas para a estratégia de BI são instrumentos para aferir exatamente como anda a utilização do Business Intelligence no negócio e indicar pontos que podem ser melhorados. Para usufruir da tecnologia é fundamental escolher cada uma delas com cuidado, afinal, terão impacto direto na maneira como sua empresa opera.

Felizmente, você pode contar com a nossa ajuda para identificar as métricas mais assertivas para avançar uma estratégia de BI.

Que tal conhecê-las? Neste post, daremos as informações necessárias para entender as métricas que toda organização deve considerar!

1. Métricas financeiras

Todas as métricas financeiras são relevantes dentro do Business Intelligence, mas algumas são fundamentais: lucratividade, margens operacionais e a geração de valor para os acionistas, por exemplo.

É importante que, ao utilizar o BI, uma empresa volte a atenção para o ROI de seu investimento. Ele só pode ser calculado quando possuímos informações sobre o quanto foi investido e dados precisos a respeito dos retornos.

Por isso, as métricas citadas ajudarão. Elas mostrarão quanta diferença o recurso tem exercido em seu balanço financeiro.

2. Indicadores de performance

Indicadores de performance são um tipo de métrica especializada, capaz de especificar as ações da equipe em números. É claro que eles são importantes dentro do BI, pois podem quantificar coisas, como a produtividade dos colaboradores e quanta diferença a utilização de novos recursos têm feito.

O desempenho do sistema de BI escolhido impactará as metas atingidas, o número de prospecções, a quantidade de propostas e o ticket médio de cada vendedor.

3. Métricas operacionais

Mensurar como funcionam as operações dentro da empresa lhe permitirá compreender pontos que podem ser otimizados para oferecer mais valor agregado e níveis de serviço melhores. Algumas métricas operacionais importantes são a taxa de perda de clientes e o tempo para conclusão dos projetos.

4. Indicadores de crescimento

Indicadores de crescimento apontam sustentabilidade e escalabilidade no contexto dos negócios. Eles são capazes de avaliar a “saúde” do empreendimento, logo, são determinantes.

Fique atento para o custo de aquisição por cliente, o gasto para entrada em novos mercados, o volume de vendas e o lucro em intervalos de tempo pré-determinados.

5. Métricas de relacionamento

Para fechar bem este artigo, não poderíamos deixar de lado as métricas de relacionamento. Afinal, são elas que determinam a satisfação do consumidor e indicam o que deve ser alterado na maneira como a sua empresa o trata.

A taxa de fidelização é um dos indicadores relevantes aqui. Retenção também. Taxas de conversão, o valor total gerado pelo cliente ao longo do contrato de vendas e a quantidade de atendimentos no pós-venda são outros números que devem ser observados com frequência.

Mensurando estes indicadores, o seu empreendimento não terá dificuldades em ver os resultados da aplicação do Business Intelligence. É preciso, todavia, acompanhá-los e documentá-los frequentemente, de modo a entender a evolução da estratégia e otimizá-la com o passar do tempo.

Métricas para a estratégia de BI são fundamentais para o sucesso da inteligência de negócios. Que tal conhecer outras dicas que ajudarão a alavancar o uso dessa tecnologia? Siga-nos no Twitter e no LinkedIn para receber conteúdo exclusivo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This