Afinal o que é a meritocracia nas empresas?

O conceito de meritocracia baseia-se na noção de que todas as pessoas devem ser tratadas de forma igualitária, sendo destacadas somente por méritos próprios, como inteligência, dedicação, performance, dentre outros.

Um dos grandes benefícios da aplicação da meritocracia nas empresas é o de manter os  colaboradores motivados a buscarem sempre o seu melhor e prestarem um serviço de qualidade. Isso afeta diretamente a imagem da empresa no mercado e, principalmente, em como os clientes enxergam o negócio.

Quer saber mais sobre o funcionamento desse conceito, principais vantagens e como a sua aplicação pode tornar sua empresa mais eficiente? Continue lendo e confira!

O que é e quando foi criado o conceito de meritocracia?

A palavra meritocracia foi criada nos anos 50 pelo sociólogo inglês, Michael Young. Ela é fruto da junção de expressões em duas línguas: do latim mereo, que significa “ser digno, merecer”, e do grego krátos, que em sua tradução é “força, poder”.

Em sua base, o conceito meritocrático é um instrumento ideológico de organização social, que visa promover ou premiar as pessoas unicamente pelo seu mérito pessoal, não importando a sua cor, origem ou posição social.

Quais as vantagens da meritocracia empresarial?

A implantação da meritocracia nas empresas apresenta inúmeras vantagens, como:

  • estimula e valoriza o crescimento profissional e a gestão do cliente interno;
  • permite que os salários estejam de acordo com a produtividade do funcionário;
  • traça de forma clara os responsáveis por indicadores e metas nas equipes;
  • possibilita análises de desempenho individual aos funcionários de forma mais direta e assertiva;
  • corrobora com o trabalho em equipes para o cumprimento de metas;
  • permite a ocupação de vagas hierarquicamente superiores por colaboradores internos;
  • motiva funcionários e gestores a trabalharem progressivamente melhor;
  • promove uma imagem positiva da empresa para sociedade em geral, seus clientes e concorrentes;
  • cria um ambiente propício à cultura da inovação;
  • colabora com a criação de plano de cargos, carreiras e vencimentos mais justos e bem construídos;
  • facilita a captação de talentos, tanto internos, pela verificação do desempenho, quanto externos, com as vantagens oferecidas pela organização.

Como implantar a meritocracia nas empresas?

Com a constante competitividade em todos os mercados e a exigência cada vez maior dos consumidores por produtos e serviços de qualidade, as empresas têm investido em modelos de gestão que aumentem sua eficiência e diminuam seus custos.

Por isso, a meritocracia empresarial é considerada importante para cerca de 60% das organizações brasileiras. Isso acontece, pois, a prática de mostrar os resultados esperados de cada colaborador, acompanhar sua evolução e premiar suas conquistas, garante a melhoria do desempenho deles e, portanto, afeta diretamente os indicadores do negócio.

Existem várias formas de aplicação de um sistema meritocrático em uma organização. Dentre elas estão o crescimento salarial, bolsas de estudo, bancos de hora e folgas extras, além de remuneração variável, com programas de participação nos lucros da empresa, e até a evolução hierárquica, por meio de Planos de Cargos.

Implantar um sistema de meritocracia na sua empresa pode permitir que ela se destaque das demais concorrentes do setor. Isso acontece, pois, quando os colaboradores estão engajados e comprometidos com os resultados da organização, é possível ter uma gestão da inovação mais eficiente, além da descoberta de novos nichos e oportunidades de negócios.

Entendeu como a meritocracia nas empresas pode criar um modelo de gestão mais justo, eficiente e saudável? Tem outros exemplos para dar? Então comente no nosso post e dê sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This