Como garantir a segurança de dados na nuvem? Descubra!

O que fazer para garantir a segurança de dados na nuvem? Ao migrar as informações da sua empresa é preciso considerar uma série de pontos que serão fundamentais para protegê-las.

Neste post, você descobrirá se existe e quais medidas devem ser tomadas em relação a essa segurança. Lembre-se de se certificar da aplicação delas mesmo quando for escolher um software de BI que utiliza cloud computing.

Há segurança de dados na nuvem?

Computação em nuvem já foi sinônimo de incertezas para empreendedores, seja para integrar dados ou simplesmente acessá-los. Há alguns anos, isso não é mais o caso. Utilizar cloud computing significa se beneficiar de uma série de medidas de segurança que seriam onerosas demais para uma PME.

A nuvem emprega padrões de excelência aplicados por grandes fornecedores, como a Amazon (AWS), a Microsoft (Azure) e o Google (Google Cloud Platform). Essas normas, em geral, são mais elevadas e implementadas com maior eficiência do que a oferecida, até mesmo, pela melhor equipe de TI que a sua empresa pode arcar.

Segurança de dados na nuvem é, portanto, uma das grandes vantagens em migrar.

Que medidas tomar para garantir isso?

Para que a nuvem seja segura, porém, é preciso se atentar a alguns fatores.

O fornecimento é feito por especialistas

Ao optar por uma nuvem, dê preferência aos grandes nomes do mercado. Amazon, Microsoft e Google podem oferecer o recurso com bastante eficiência e implementar medidas de segurança que seguem normas internacionais, como o ISO/IEC 27017.

Medidas proativas são tomadas pelo utilizador

Manter seus dados seguros é uma boa prática, mas também precisa ser implementada do lado do cliente. Políticas de geração e não-compartilhamento de senhas e contas são uma ótima maneira de aumentar a segurança de dados na nuvem.

Recursos de monitoramento disponíveis

Um bom serviço de nuvem sempre contará com ferramentas de monitoramento, capazes de informá-lo a respeito de acessos fora do padrão e coibi-los. Essas medidas seguras são uma barreira extra para que ninguém tenha contato com os dados na nuvem sem autorização da empresa a qual eles pertencem.

Há criptografia na transmissão e armazenamento dos dados

Criptografia ao transmitir e receber dados é essencial. Conexões HTTPS precisam ser verificadas ao escolher um provedor.

As informações de sua empresa estão em um lugar conhecido

Algumas indústrias, em particular, precisam saber sempre onde seus dados estão armazenados, por causa da compliance. Um fornecedor realmente qualificado sempre terá essa informação para oferecer e a utilizará como uma vantagem em seus serviços.

É que o quanto mais próximo os seus dados estão, mais fácil acessá-los, mesmo quando se utilizam recursos remotos.

O fornecedor garante os backups

Não é porque seus dados estão na nuvem que backups deixam de ser uma coisa importante. Bons serviços de cloud computing não apenas armazenam, mas fazem cópias de segurança periódicas das informações guardadas em seus servidores.

O que preciso saber antes da migração?

Antes de migrar é bom compreender como a nuvem funciona. Você, provavelmente, já ouviu falar muito no conceito e em como cloud computing está presente nas nossas vidas, em artigos nos quais o uso de e-mails online (Gmail e Outlook) são citados como exemplo.

Mover os dados empresariais para a nuvem é um pouco diferente. Trata-se de passar a utilizar o poder computacional de terceiros (para armazenar arquivos, ao executar aplicações ou, em um futuro próximo, rodar até mesmo o software associado ao seu desktop).

Um uso consciente desses recursos garante que eles se traduzam em custos operacionais menores, mais agilidade e baixos investimentos de capital. Todavia, para se aproveitar desses benefícios com tranquilidade será preciso estar sempre atento para a otimização da segurança na nuvem.

Os dados de um negócio são o bem mais poderoso que ele possui. Eles têm um papel estratégico na construção de conhecimento analítico para tomar decisões hoje são um recurso, tanto quanto os equipamentos que o time utiliza no dia a dia ou a energia elétrica necessária para seu empreendimento funcionar.

Em suma, é possível obter alta segurança de dados na nuvem, mas, para isso, será preciso ficar atento à forma como ela é utilizada.

Gostou do post? Então, não se esqueça de compartilhar nas redes sociais para que mais amigos fiquem por dentro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This